quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

JOMAV DECIDIDO A HUMILHAR CIPRIANO CASSAMÁ, MAS NÃO VAI CONSEGUIR

VIAJA SEM INFORMAR O PRESIDENTE DA ANP; REGRESSA E É RECEBIDO POR BOTCHE CANDÉ E EDUARDO SANHÁ, QUANDO QUEM O DEVIA RECEBER É O PRESIDENTE DA ANP.
É CONSTITUCIONAL. SUBSTITUIÇÃO DO PRESIDENTE DA REPÚBLICA É O PRESIDENTE DA ANP. NÃO SE PODE INVENTAR.
POR EXEMPLO SE DEUS CASTIGAR E MATAR JOMAV HOJE PELO PECADO QUE ESTÁ A COMETER, QUEM O VAI SUBSTITUIR É CIPRIANO CASSAMÁ. NÃO É O MINISTRO DA DEFESA E NEM O LUTADOR BOTCHE CANDÉ.
PORQUÊ É QUE, JOMAV NÃO PERCEBE ISSO E CRIA PROBLEMAS ONDE NÃO EXISTEM. VIAJA SEM INFORMAR O PRESIDENTE DA ANP.
DECIDE SUBSTITUIR A SEGURANÇA NA ANP, COMO SE ALGUÉM O PEDISSE.

Nota GP: Cipriano Cassamá, até aqui ainda não cometeste nenhum crime. Fique tranquilo, continue a actuar com base na lei. És um presidente da ANP legítimo e não podes ser substituído, si bu ca duensi ou si bu ka murri. Vamos ver, até pode ir o JOMAV.

Doka, tu sabes que não nos interessa confortar consigo, mas abre os olhos, e vá atrás das seguintes dicas

Foste quem mais promoveu três blogs que actualmente, JOMAV, Braima Camará e Orlando Viegas utilizam. Não vamos citar tais Blogs aqui, mas como sabes, vá verificar chegarás duas conclusões. A primeira, é que a Câmara de Comércio e Braima Camará passaram a usar tais Blogs. As imagens que tu utilizavas passaram para eles. O canal de informações.
Segunda conclusão, os assuntos governamentais, passaram para tais blogs, embora invisíveis. Publicam até reuniões do Conselho de Ministros. São assessores do Governo neste âmbito...
Para a tua informação, como somos amigos, os teus aliados chamam-te de CHANTAGISTA.  Dizem que recebes aqui e quando acaba, entras em chantagens. Segundo, dizem que tu recebes, aqui e acolá, mas continuas a dizeram que não te deram nada.

Nota GP: Si bu misti fia; si bu ca misti, abó ku sibi
O único pedido que te fazemos é ires verificar os Blogs que promoveste durante este tempo. Se estivermos certo, é só confirmar.

Mantenhas nô amigo ku seta sedu amigo di utrus. Gossi nô cata coba mal. Fazem-te ngana mininu. JOMAV diz para Braima, Bá, ala kil bu alguim torna kumsa más. Lá vai o Braima com alguns francos em direcção ao Doka e o problema resolve-se. Continuem assim

CONFIDÊNCIA: UMARO SISSOKO GARANTIU À JOMAV ESTAR A ALTURA DE ENCONTRAR PESSOAS CAPAZES DE PROMOVER A SUA IMAGEM

Doka Internacional, não é nenhuma preocupação. Estou em condições de encontrar as pessoas capazes de fazer o trabalho igual ou melhor daquilo que tem feito.
Esta, é o resumo da conversa entre José Mário Vaz e Umaro Sissoko, sobre a revolta do Blogger, que durante dois anos, promoveu a imagem do Chefe de Estado. Os dois terão chegado a este ponto, quando, JOMAV manifestou a sua inquietação com os ataques que tem recebido na Comunicação Social e nas redes sociais. Umaro Sissoko, um dos elementos que Doka acusa de lhe ter enganado, mostrou-se chateado com a pressão do Blogger e prometeu ao PR que a solução será encontrada.
Uma das soluções de Umaro Sissoko, é apostar nos blogs que Doka promovera e são dois neste momento. Quem visita tais Blogs, nota que, nos últimos tempos, muitas das informações ligadas ao Governo são ali divulgadas, o que significa que, o Blog de Doka ficou descartado.
Apesar da determinação do PM, Braima Camará e JOMAV deram orientações para que ainda se faça o possível para mais uma vez convencer o Blogger.
Sissoko garantiu que por incompetência e carácter, Doka não pode ser nomeado em nenhuma instituição do Estado. Lembra-se que Doka exigiu que seja nomeado como adjunto Director da PJ e perguntou a razão de muitos incompetentes e pessoas que não fizeram nada nessa luta estarem a ser nomeados.

Fonte: Anónimo e Funcionário da Presidência

JOMAV E SISSOKO FORÇAM A SUBSTITUIÇÃO DO PESSOAL DE SEGURANÇA DA ANP


Assembleia Nacional Popular
GABINETE DO PRESIDENTE

Nota de imprensa

As estratégias com vista ao assalto às Instalações da Assembleia Nacional Popular e eventual rapto do Presidente deste órgão de soberania, ganham contornos cada vez mais inquietantes e que se traduzem na existência de facto, de um plano engendrado para o efeito, conforme publicamente denunciado pelo Líder da APU-PDGB, Eng. Nuno Nabiam.

A Assembleia Nacional Popular acabou de tomar conhecimento de fontes fidedignas e seguras de que existe no Ministério do Interior um despacho do Ministro da tutela, que ordena a substituição do corpo de segurança fixo da Assembleia Nacional Popular, sem que tenha havido sequer uma solicitação por parte do órgão responsável pela segurança da ANP ou prévia concertação e entendimento entre o Ministério do Interior e a ANP.

No passado ainda recente, a Assembleia Nacional Popular, confrontado com idêntica situação, expediu uma nota ao Ministério do Interior, dirigida ao seu Ministro, datada de 10 de Agosto de 2016, chamando-lhe a atenção da observância escrupulosa da lei para qualquer eventualidade de movimentação do corpo de segurança da instituição e do Presidente da Assembleia Nacional Popular.

Porquanto, nos termos do artigo 4º do Regimento da ANP, o dispositivo de segurança permanente da ANP está na direta dependência do Presidente da Assembleia, na sua qualidade de responsável máximo da segurança da Instituição. O artigo 3º, n.º 2, do mesmo diploma determina que cabe ao Governo colocar à disposição da Assembleia os meios necessários para garantir a tranquilidade e segurança da sede. Contudo, uma vez disponibilizados, estes se encontram sob ordem do Presidente da Assembleia Nacional Popular.

Ora, não tendo sido verificado nenhuma insatisfação da instituição relativamente à prestação do serviço do corpo de segurança colocado à disposição da ANP, e em consequência, não hav1endo nenhuma solicitação por parte de Sua Excelência Senhor Presidente da ANP para a substituição deste corpo, qualquer iniciativa unilateral tomada pelo Ministério do Interior com vista à substituição do atual corpo de segurança da ANP, será tomada como uma afronta e violação às suas instalações. O que a suceder, conflitos flagrantemente com disposto no artigo 3º do Regimento da ANP, que determina a inviolabilidade da sede da ANP.

Desde já, chama-se a atenção da opinião pública nacional e internacional de que qualquer tentativa de levar avante a iniciativa de substituição do corpo de segurança da ANP e do seu Presidente terá total resistência por parte deste órgão, e responsabiliza o Governo pelas consequências que possam advir deste acto.

Com estas manobras administrativas, fica demonstrado indícios claros da existência do plano, denunciado pelo Presidente da APU-PDGB, Eng. Nuno Nabiam. Por outro lado, alertamos para o facto de até data estarmos a assistir a um total silêncio do Ministério Público, a quem foi dado a ocorrência destes factos, na sua qualidade de titular da ação penal, o que deixa de facto preocupado esta instituição representativa do povo com o curso dos acontecimento.

Feito em Bissau aos 18 dias de Janeiro de 2017.

O Gabinete do Presidente da ANP

Parlamento da Gâmbia autoriza Jammeh a ficar mais 3 meses como Presidente

O Parlamento da Gâmbia aprovou o estado de emergência declarado na terça-feira pelo Presidente cessante, Yahya Jammeh, que o autoriza a ficar mais três meses no poder, segundo a moção divulgada esta quarta-feira por meios de comunicação locais.


A Assembleia Nacional gambiana, cujo mandato também foi prorrogado três meses, tomou a decisão na noite de terça-feira, apenas 24 horas antes de Jammeh terminar o seu mandato de cinco anos e quando devia ceder o poder ao opositor Adama Barrow, que venceu as presidenciais de 01 de dezembro.

"Esta assembleia considera e aprova uma resolução sobre a declaração do estado de emergência na Gâmbia por um período de 90 dias, efetivo de 17 de janeiro a 17 de abril de 2017", refere o texto aprovado pelos parlamentares.

Os deputados condenaram ainda "a ilegal e maliciosa interferência nos assuntos internos da Gâmbia do Conselho de Paz e Segurança da União Africana, do governo da República do Senegal e do representante do Senegal no Conselho de Segurança da ONU".

Adama Barrow, que desde domingo se encontra no vizinho Senegal, divulgou um comunicado na segunda-feira assegurando, uma vez mais, que na quinta-feira estará na Gâmbia para fazer o juramento e assumir o cargo.

A União Africana, a União Europeia e a ONU pediram a Jammeh, no poder há 22 anos, que aceite o resultado eleitoral e o presidente cessante também parece cada vez mais isolado no seu país.

Em alguns dias, vários dos seus ministros abandonaram o governo, os últimos dos quais os dos Negócios Estrangeiros, Finanças e Comércio e Turismo. Lusa

terça-feira, 17 de janeiro de 2017

DUAS ESTRATEGIAS DE JOMAV PARA FALTAR A CIMEIRA FRANCA/AFRICA

1. Para nao ser confrontado pelos seus pares da CEDEAO sobre o cumprimento do acordo de CONACRI
2. Criar ilisao de que UMARO SISSOKO eh recebido por OUTROS chefes de Estado.
Mesmo com tudo isso o acordo eh para cumprir

FRANCOIS HOLLANDE./"A ESCOLHA DO POVO DEVE SER RESPEITADA",